06 dicas de como o Esporte pode ensinar algo a Educação

21 de fevereiro de 2017

Dica 05 – Como Agradar ao Torcedor

Os esportes de maior sucesso do mundo precisam de torcedores, pessoas que lotam a competição e se motivam em acompanhar atletas ou clubes. Existe o modelo de negócio por trás deste movimento, quando mais pessoas, maior o capital arrecadado, então é muito importante para o sucesso do esporte o público. Mas não podemos apenas pensar em dinheiro, esportes precisam ser populares para sobreviverem, e a escola poderia ter este pensamento com os alunos.

Existem diferenças no sistema educacional, mas quando olhamos para o modelo de universidades americanas, podemos aprender consideravelmente. São comum encontramos enormes lojas de souvenir com diversos materiais, camisetas, entre outros, ou seja a marca vai para casa de visitantes, alunos e familiares. Quando olhamos o programa de alumni, é comum quando alguém sai da faculdade e atinge sucesso profissional, provisionar doações que vão melhorar a estrutura e patrocinar bolsas de alunos que precisam. Existem motivos financeiros nestas ações, mas ao mesmo tempo existe uma conexão entre aluno e marca que motiva as pessoas a continuarem torcendo por suas universidades.

Vamos olhar para o cenário educacional brasileiro, você consegue imaginar um ex aluno fazendo doações para alguma escola. Se acontece, concordamos que é algo muito raro. Muitos alunos acham o máximo que irão sair daquela escola quando terminar um ciclo, e as vezes até pedem isto. Em resumo, podemos fazer melhor, mas não podemos confundir, educação e resultado, não devemos construir parques de diversão, mas escolas inovadoras que atraiam alunos e utilizem criatividade no modo de ensino.

Já falamos em outros artigos e muitos já escutaram que a sala de aula é igual a mais de 50 anos, crianças enfileiradas com um mestre na frente dando instruções, e isto não funciona mais com a mesma eficiência. Precisamos rever conceitos, não estamos dizendo para mudar tudo radicalmente, mas deixar igual é um erro.

Construir planejamento com projetos interdisciplinares, que envolvam tecnologia, aplicativos, Ipads e celulares, além de trabalhar de maneira online, alterando o formato da aula expositiva para algo mais interativo são soluções apresentadas por vários palestrantes e workshop, mas não são simples assim, pois não encontramos escolas conseguindo desenvolver estes modelos. Para isto é importante planejamento pedagógico com a mentalidade de buscar o melhor resultado, da maneira mais inovadora, e entender que isto não vai acontecer no primeiro ano, mas tendo metas de curto, médio e longo prazo bem definidas, podemos evoluir é alcançar o modelo perfeito (isto não lembra dicas anteriores?).

E para concluir, o que consideramos o item mais importante, o aluno precisa ser participativo nas decisões educacionais, apenas para esclarecer que participação não significa decisão. Os estudantes precisam ser consultados constantemente sobre como avaliam os modelos aplicados na escola e o que enxergam de melhoria nos seus resultados individuais. Se conseguirmos estudar opiniões de maneira eficiente podemos melhorar todo o planejamento durante a execução, evitando erros, ajustando o interesse de professores e alunos.

Mas não basta apenas perguntar, é importante dar feedback, ou seja, como o aluno vai perceber que seu rendimento melhorou, se entregamos apenas 04 ou 03 avaliações (boletim) por ano. Para alcançar o sucesso, é importante mostrar detalhes do que foi absorvido e o que falhou. Normalmente entregamos provas corrigidas, mas apenas com certo e errado, onde esta o detalhamento de conteúdo, a avaliação comparativa com seus colegas de sala, itens que precisam ser estudados novamente e metas para alcançar interesses pessoais. Pra transformar alunos em torcedores é necessário se envolver de maneira engajada e dedicada aos interesses de todos.

Veja a dica 4   Veja a dica 6

About

Leave a Comment

Your feedback is valuable for us. Your email will not be published.

You must be logged in to post a comment.